Author Archives Luciano Starling

Como escolher peças automotivas com o melhor custo-benefício?

peças automotivas

O sucesso de uma oficina mecânica não depende apenas da experiência técnica dos profissionais envolvidos no conserto dos automóveis. Claro que o conhecimento no ramo automotivo faz toda a diferença, mas quando falamos em oficinas é fundamental contar com peças automotivas de primeira linha para assegurar a qualidade dos serviços prestados.

Se sua oficina oferece peças de baixa qualidade, o resultado pode ser notado na pouca durabilidade do serviço e, consequentemente, acaba refletindo em sua reputação no mercado e na satisfação dos consumidores. Afinal, não adianta realizar um serviço bem feito se as peças de reposição não possuem boas condições e comprometem a eficácia do serviço.

É por isso que a escolha de fornecedores deve ser feita de maneira estratégica, após pesquisas e estudo de mercado, para assegurar que sua oficina tenha peças automotivas de qualidade com o melhor custo-benefício. Abaixo, separamos 5 dicas para te ajudar nessa missão. Confira!

Pesquise a reputação da marca

Ao encontrar um possível fornecedor, é fundamental que você verifique com quais marcas de autopeças ele trabalha. Isso porque a reputação de uma empresa é um dos principais critérios que você deve levar em consideração durante a escolha de peças automotivas para sua oficina.

Marcas que possuem reconhecimento e solidez no mercado tendem a fabricar peças com qualidade, que apresentam longa vida útil e contribuem para a qualidade do serviço prestado. Além de pesquisar sobre a reputação, vale a pena verificar se a marca possui certificados de qualidade, como o ISO, e se tem aprovação no Inmetro.

Procure conhecer a durabilidade das peças automotivas

Quando um cliente procura por sua oficina, ele quer solucionar um determinado problema do automóvel de maneira definitiva para que não precise se preocupar novamente, certo? Se você utiliza peças com baixa qualidade, o problema até pode ser solucionado de imediato, mas as chances de que volte a ocorrer são bem altas.

Para evitar que isso aconteça, procure por peças que passam por procedimentos de avaliação de qualidade e que atestem a durabilidade daquele produto. Dessa forma, você garante que o serviço seja bem feito e evita que o cliente tenha problemas novamente com aquela peça do veículo.

Fique atento ao prazo de garantia

Por mais que as peças automotivas sejam de qualidade, ainda existe o risco de que elas apresentem algum defeito por uma série de motivos. E se a marca não oferece garantia estendida, quem vai sair no prejuízo é você e seu cliente.

Por isso, conheça o prazo de garantia oferecido pelo fabricante e opte por aqueles que possuem prazos maiores. Marcas de boa qualidade costumam oferecer um tempo de garantia maior, afinal confiam na qualidade dos produtos que comercializam no mercado. Assim, mesmo que algo dê errado, você não precisa pagar novamente por aquela peça.

Verifique se a marca oferece suporte técnico 

Na grande maioria dos casos, a habilidade dos profissionais que atuam em oficinas mecânicas é suficiente para instalar as peças automotivas corretamente. Contudo, alguns materiais podem apresentar particularidades no momento de substituição ou reparo, necessitando de conhecimentos específicos para a realização do serviço.

Para evitar maiores danos, é importante verificar se o fabricante oferece suporte técnico com orientações ou até mesmo por meio do apoio de profissionais especializados. Lembre-se que o suporte pode fazer toda a diferença na qualidade do serviço e garantir a satisfação do cliente. 

Considere comprar pela internet

A internet pode ser uma excelente alternativa para comprar peças automotivas com um ótimo custo-benefício final, afinal é possível encontrar inúmeras marcas, preços e formas de pagamento. Além dessas vantagens, você ganha muito mais comodidade e economia de tempo na compra de peças para sua oficina.

Mas é importante que você pesquise com calma até ter certeza de que está fazendo o melhor negócio. Para evitar altos valores com frete, é importante fazer uma cotação com revendedores próximos, sempre levando em conta a qualidade dos produtos.

Como um software pode te ajudar?

Contar com a ajuda da tecnologia é um diferencial que pode trazer diversas vantagens para seu negócio. Para a compra de peças automotivas, por exemplo, um software de gestão voltado exclusivamente para oficinas mecânicas torna o processo muito mais ágil, prático e eficiente.

Por meio do Tempario, nosso software, você consegue realizar a solicitação online de cotação de peças e encontrar as melhores marcas do mercado. Nosso sistema conta com milhares de fornecedores cadastrados em várias regiões do Brasil, garantindo que você sempre faça bons negócios e garanta o melhor custo-benefício para sua oficina.

Quer saber mais? Conheça todas as funcionalidades do nosso sistema e transforme a gestão de seu negócio!

Luciano Starling jul 16, 2019 Uncategorized 0 Comment Read More

5 ferramentas para oficina mecânica que não podem faltar em seu negócio

Mechanic hand checking and fixing a broken car in car service garage.

Para garantir a correta execução do serviço e a satisfação do cliente, não basta apenas ter conhecimento técnico e contar com uma equipe qualificada. A qualidade da entrega do serviço prestado também depende das ferramentas para oficina mecânica, afinal elas contribuem diretamente para o sucesso de seu negócio.

São as ferramentas que tornam o serviço mais ágil e prático para os profissionais, permitindo que o conserto do veículo seja realizado com muito mais eficácia e em menor tempo. Por outro lado, a falta delas pode causas atrasos, prejuízos e até mesmo podem  impedir a execução de algum serviço.

Se você está pensando em abrir sua própria oficina ou se já empreende no ramo automotivo deve ficar atento para não deixar faltar as ferramentas para sua oficina mecânica que são essenciais em qualquer negócio. Saiba quais são elas!

1) Conjunto de chaves

Qualquer veículo possui uma grande quantidade de parafusos que exigem diferentes tipos de chaves para a realização do serviço. Aliás, as chaves serão necessárias em quase todos os procedimentos de consertos e reparos, sendo o primeiro item indispensável de uma lista de ferramentas para oficina mecânica.

Como elas podem ser usadas diariamente, é importante investir em produtos de alta qualidade para garantir longa durabilidade e precisão na execução de um serviço, afinal as chaves passam constantemente por torções, pressões e outros problemas que podem comprometer a qualidade do material.

Um bom conjunto de chaves deve incluir:

  • Chaves Allen;
  • Chaves inglesas;
  • Chaves de fenda;
  • Chaves de boca;
  • Chaves Phillips;
  • Chaves soquete;
  • Chaves de roda.

2) Alicates

Assim como as chaves, os alicates são utilizados dos serviços mais simples aos mais complexos em uma oficina mecânica. Suas principais funções envolvem cortar cabos, pegar peças pequenas, descascar fios, desapertar porcas, etc.

Justamente pelas diversas funções que desempenham, é preciso contar com alicates específicos para a realização de diferentes serviços. Optar por alicates universais nem sempre é a melhor opção, já que podem apresentar dificuldade no manuseio, além de não garantir precisão no trabalho realizado.

3) Sistemas hidráulicos

Se o macaco hidráulico é uma ferramenta que não pode faltar nem para os proprietários de carro, para as oficinas essa ferramenta é obrigatória. Elas são indispensáveis para levantar o carro e facilitar a realização de um serviço automotivo, diminuindo o esforço físico e aumentando a agilidade do profissional.

Contudo, para serviços que exigem reparos maiores e demandam mais tempo de execução na parte inferior do veículo, o macaco pode não ser a ferramenta mais recomendada. Nesses casos, o ideal é optar por um elevador hidráulico, que suspende totalmente o veículo e permite que o colaborador tenha fácil acesso à parte inferior, dispensando o uso de fossos e otimizando o tempo gasto.

4) Scanner automotivo

Embora seja uma peça mais sofisticada, os scanner automotivo também entra para a lista de ferramentas para oficina mecânica que não podem faltar em seu negócio. Isso porque, com o avanço tecnológico na fabricação de carros, tem sido cada vez mais comuns  o uso de itens eletrônicos nos veículos.

Nesse sentido, o scanner automotivo tem a finalidade de realizar um diagnóstico completo da parte elétrica, da injeção eletrônica e dos demais componentes eletrônicos do carro. A ferramenta indica possíveis falhas e aponta o desempenho do carro, permitindo corrigir com mais precisão e rapidez um determinado problema no sistema eletrônico.

5) Instrumentos de medição

Para garantir precisão e qualidade, muitos serviços automotivos exigem que sejam feitas medições nos veículos. Como cada medição possui uma finalidade, é necessário utilizar ferramentas específicas para cada função. As mais comuns são:

  • Paquímetro: para medir distâncias;
  • Amperímetro: para medir correntes elétricas;
  • Manômetro: para medir pressão de fluídos;
  • Micrômetro: para medir espessuras e ângulos;
  • Torquímetro: para medir a resistência dos metais que são submetidos à torção.

Essas são algumas das ferramentas para oficina mecânica muito utilizadas e que, por isso, não podem faltar em seu negócio. Porém, de acordo com seu segmento ou área de atuação muitas outras ferramentas podem ser necessárias. É preciso ficar atento àquelas que são essenciais e sempre adquirir produtos de qualidade que garantem melhor custo-benefício e refletem na boa execução dos serviços.

Até a próxima!

Luciano Starling jun 18, 2019 Notícias 0 Comment Read More

Oficina mecânica: conheça os 5 maiores erros e saiba como evitá-los

oficina mecânica

Ter conhecimento aprofundado em mecânica automotiva não é mais suficiente para garantir o sucesso de sua oficina mecânica. Com o mercado cada vez mais competitivo, é preciso alinhar as atividades operacionais com uma gestão estratégica de qualidade para que seu negócio cresça de forma sustentável e alcance os resultados que você deseja.

Por outro lado, a falta de conhecimento em gestão pode colocar em risco a lucratividade de sua oficina mecânica e acabar fazendo com que seu negócio feche as portas em pouco tempo. Esse risco é ainda maior para empresários que iniciam no ramo sem conhecimentos em gestão, pensando que o conhecimento técnico é o único responsável por trazer bons resultados para a oficina.

Por mais que a gestão seja uma peça fundamental para o sucesso de qualquer empreendimento, ainda é comum que ela seja negligenciada e deixada de lado por muitos mecânicos que decidem empreender. Isso reflete em grandes problemas para a oficina mecânica, com sucessivos erros que comprometem o sucesso do negócio.

No artigo de hoje, trazemos os principais erros de uma oficina mecânica e como evitá-los. Acompanhe!

Não separar a conta pessoal da empresarial

O primeiro erro, cometido principalmente por donos de oficinas mecânicas de pequeno porte, é ter a mesma conta para despesas e receitas pessoais e empresariais. Juntar as contas dificulta o controle dos recursos que entram e saem de sua empresa, fazendo com que você não tenha pleno conhecimento de como está a saúde financeira da oficina mecânica.

Quando você mistura as contas, há grandes chances de que você gaste dinheiro da empresa em uma compra pessoal e vice-versa. Para que isso não aconteça, a solução é simples: crie uma conta para sua empresa e defina um valor fixo mensal para transferir para sua conta pessoal, como um salário.

Dessa maneira, você irá saber quanto entra e sai de dinheiro de sua oficina, contribuindo para que você otimize estratégias e faça investimentos mais assertivos.

Fazer a gestão financeira manualmente

Muitos mecânicos que decidem abrir sua própria oficina não têm conhecimento aprofundado em gestão financeira e podem ter grandes dificuldades para gerir este setor. Essa tarefa fica ainda mais complicada quando a gestão financeira é realizada manualmente.

Mesmo que a oficina mecânica seja pequena, pode ser difícil acompanhar de perto todos os processos referentes à gestão financeira do negócio apenas com caneta e papel. E como o setor financeiro é extremamente importante para qualquer empresa, você precisa dar uma atenção especial e utilizar métodos e técnicas modernas a seu favor.

A melhor maneira de garantir um controle efetivo sobre a gestão financeira é investir em softwares que contam com funcionalidades específicas para essa atividade. Hoje, já existem ferramentas no mercado que automatizam tarefas, diminuem erros e centralizam todos os dados e processos financeiros de uma empresa em um só lugar, tornando a gestão financeira muito mais prática e eficiente.

Precificar os serviços de maneira equivocada

Por mais que possuam experiência na área, precificar serviços em uma oficina mecânica pode ser um desafio para mecânicos que abriram seu próprio negócio. Sem a falta de conhecimento adequado, não é raro que iniciantes no ramo pratiquem preços muito elevados, a ponto de perder clientes, ou preços muito abaixo do praticado, a ponto de saírem no prejuízo.

É preciso analisar os custos de sua oficina e cobrar um valor justo pelo serviços realizados, garantindo custo-benefício para o cliente e lucratividade para seu negócio. O primeiro passo é saber quanto custo sua hora trabalhada e quais os custos fixos e variáveis que sua oficina possui.

Para isso, um bom software para oficina mecânica pode ser seu melhor aliado. As melhores ferramentas permitem que você calcular o custo de sua hora trabalhada de forma prática e ágil, através de um banco de dados com informações privilegiadas do mercado reparador. Além disso, é possível aumentar seu ticket médio, a partir do cálculo do custo homem hora de sua oficina, e criar diversas tabelas de preços para diferentes perfis de clientes.

Escolher os fornecedores errados

Apesar de ser uma escolha bastante comum, nem sempre o fornecedor que cobra mais barato e está mais perto de você é a melhor opção para seu negócio. Como o carro próprio é um bem de alto valor, muitos clientes priorizam peças de boa qualidade, mesmo que tenham que pagar um preço mais elevado.

Por isso, na hora de escolher seus fornecedores, é preciso realizar uma boa pesquisa de mercado, a fim de encontrar aqueles que oferecem peças de qualidade com o melhor custo-benefício.

Boas parcerias podem colaborar para a satisfação para o cliente final e trazer bons resultados para sua empresa. Outra dica é não se acomodar com o mesmo fornecedor. O mercado está em constante mudança e novas oportunidades podem estar te esperando. De tempos em tempos, realize uma nova pesquisa de mercado para analisar a possibilidade de trocar de fornecedor.

Não ter controle efetivo sobre o estoque

No início, é comum que o estoque de uma oficina seja reduzido e com poucas peças. Nesta fase, pode ser possível realizar um controle manual sem grandes complicações. Mas à medida que seu negócio vai crescendo, a tendência é que também haja um crescimento de peças a serem estocadas, fazendo com que o controle manual não seja mais efetivo.

O controle de estoque é fundamental para que você consiga cumprir os serviços no prazo acordado. É importante que não haja peças em excesso, mas principalmente, que não falte nenhuma peça, sobretudo em períodos de sazonalidade, como final e início de ano.

Nesse caso, a tecnologia pode te ajudar mais uma vez. Softwares são as melhores ferramentas para que você realizar um controle efetivo sobre o estoque, sabendo a quantidade exata de cada material, valores de compra e revenda, datas de entrada e saída, além de receber avisos quando um determinado produto estiver em baixa quantidade no estoque.

Contar com uma gestão eficiente para sua oficina mecânica é uma necessidade para que seu negócio possa crescer sempre mais. Com os erros acima, vai ficar muito mais fácil otimizar seus processos internos e garantir melhores resultados para seu negócio.

Para te ajudar nessa missão, temos a ferramenta ideal para você. O Tempario é um software para oficinas mecânicas com diversas funcionalidades capazes de contribuir para otimizar a gestão de sua oficina.

Luciano Starling maio 17, 2019 Notícias 0 Comment Read More

Como um software para oficina mecânica pode ajudar seu negócio?

Se você deseja que sua oficina prospere de maneira sustentável, atinja resultados reais e garanta uma lucratividade crescente, investir em um software para oficina mecânica vai muito além de ser um simples diferencial. A ferramenta é uma importante aliada estratégica e pode ser a chave para o crescimento de seu negócio.

O sucesso de uma oficina mecânica não depende somente da realização dos serviços solicitados pelos clientes. Como qualquer outra empresa, é preciso que haja uma gestão eficiente em todos os setores do negócio, desde o administrativo, passando pelo controle de estoque, até o gerenciamento dos colaboradores.

Tudo deve estar muito bem alinhado para que a oficina possa prosperar. Contudo, as diversas atividades envolvidas na gestão de uma oficina podem tornar todo o processo muito complicado e difícil de ser acompanhado de perto. E é nesse momento que um software para oficina mecânica pode te ajudar!

Quais são as vantagens?

Existem diversas vantagens que um software pode trazer ao seu negócio. Confira os principais benefícios proporcionados pela ferramenta!

Cálculo da mão de obra

Precificar a mão de obra de sua oficina pode não ser uma tarefa tão simples, principalmente para quem está iniciando no ramo. Afinal, qual o valor que devo praticar sem que o cliente ache caro demais, mas que me garanta uma lucratividade média dentro do que estou buscando?

Por meio de um banco de dados com informações privilegiadas do mercado reparador, o software para oficina mecânica informa valores precisos sobre o custo homem-hora de seu negócio. Também é possível saber o tempo de cada serviço e o software para oficina mecânica o multiplica pelo seu valor do seu homem-hora, garantindo que você faça a precificação de seus serviços com maior assertividade.

Controle orçamentário

Além de calcular o custo da mão de obra, um software para oficina mecânica também é capaz de te ajudar a realizar orçamentos de uma maneira simples e eficiente. Em muitas oficinas, ainda é comum realizar orçamentos com base em suas experiências e conhecimentos, mas esse nem sempre é o melhor caminho.

Geralmente, os sistemas contam com uma modalidade específica para realizar orçamentos, contendo dados do cliente, dados do veículo e a composição dos serviços a serem realizados. Ao escolher a tabela adequada para aquele tipo de veículo, o software informa qual o valor que deve ser cobrado pela mão de obra e ainda te lembra as peças a serem utilizadas naquele serviço, te protegendo de esquecer de cobrar algo no orçamento e, consequentemente, aumentando seu ticket médio.

Definição de fornecedores

Definir os melhores fornecedores é fundamental para que você compre as melhores peças do mercado com um excelente custo-benefício. Como são várias opções, fazer essa tarefa manualmente não garante que você irá encontrar o melhor fornecedor.

Nesse caso, um software para oficina mecânica também é a melhor opção. A ferramenta permite o cadastro de fornecedores de todo o Brasil, possibilitando que você encontre aquele que mais se adequa às suas necessidades, dentro do valor que você está procurando.

Gestão de estoque

O estoque de uma oficina sempre deve buscar a quantidade suficiente de peças e produtos, sem que haja excesso ou, principalmente, falta dos materiais. Quando isso acontece, corre-se o risco de não cumprir o serviço no prazo acordado, o que pode prejudicar a satisfação do cliente com seu negócio.

Um software para oficina mecânica permite dar entrada e saída em todos os produtos que serão comercializados ou utilizados nos serviços prestados, além de mostrar quantas unidades existem de cada produto. Quando o produto está se esgotando, o software pode emitir um alerta, informando quando é necessário realizar mais pedidos.

Redução de custos

Todos os benefícios acima proporcionados por um software para oficina mecânica garantem uma vantagem extra: redução de custos. Quando diversas tarefas são automatizadas, você passa a ter um controle maior sobre todos os processos internos, diminuindo erros e evitando gastos desnecessários.

A economia conquistada com o software possibilita que você faça investimentos nas áreas que apresentam maior deficiência, garantindo um crescimento saudável e constante de seu negócio.

Minha oficina precisa de um software?

Para responder a essa pergunta, você deve analisar atentamente todas as atividades, custos, serviços e demais processos relacionados ao seu negócio. Alguns sinais podem indicar que está na hora de você contar com um software para oficina mecânica:

  • Você não sabe exatamente como precificar seus serviços e mão de obra;
  • Você passou um valor de mão de obra e na hora de executar, viu que deveria ter cobrado mais;
  • Você não pode sair da oficina que seu telefone toca com alguém perguntando quanto cobrar pela mão de obra de um determinado serviço;
  • Você está levando mais tempo para conciliar as finanças e, no final do mês, os valores não são o que você esperava;
  • Os serviços estão demorando mais tempo do que o habitual para serem realizados;
  • Acontece muita devolução de peça comprada errada;
  • O estoque está desorganizado e sem um controle efetivo;
  • Você não está satisfeito com os fornecedores.

Esses são apenas alguns indícios de que seu negócio não está tão bem quanto você esperava. Fato é que um software para oficina mecânica só irá trazer vantagens ao seu negócio, otimizando diversas atividades e permitindo que você tenha um controle maior sobre todos os processos.

É disso que sua oficina está precisando? Entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar!

Luciano Starling maio 07, 2019 Notícias 0 Comment Read More

Precificação de serviços – como fazê-la em sua oficina?

Definir a precificação de serviços em uma oficina mecânica pode ser uma tarefa bastante complicada, sobretudo para os proprietários que estão iniciando no ramo ou para aqueles que não possuem uma ferramenta tecnológica eficiente para ajudar nessa missão. O cálculo de prestação de serviços envolve diversas variáveis e você precisa conhecê-las a fundo se quiser obter um lucro significativo.

Como um serviço não é visível e concreto como um produto, o qual o cliente pode enxergar e manusear, estabelecer a precificação de serviços torna-se ainda mais difícil. O importante é chegar a um valor que seja lucrativo para você e vantajoso para o cliente em termos de custo-benefício.

Lembre-se que a premissa básica do preço de venda de um serviço é cobrir as despesas com material e mão de obra, garantir margem de lucro e se mostrar competitivo frente aos demais concorrentes. Se você ainda tem dúvidas sobre como fazer a precificação de serviços em sua oficina, este artigo é para você. Acompanhe!

Como realizar a precificação de serviços?

Como dissemos anteriormente, a precificação deve levar em conta todas as variáveis que envolvem a realização de um serviço. Confira nossas dicas!

Faça o levantamento de custos

O primeiro passo para precificar os serviços de sua oficina é fazer o levantamento de todos os custos envolvidos no processo. Conhecer suas despesas é fundamental para que você possa adicionar um percentual em cima do valor e obter uma margem de lucro. Nesse momento, você deve separar os custos em 3 categorias.

  • Custos fixos: não sofrem alteração conforme o número de serviços prestados. Os principais exemplos são: aluguel, água, energia, internet, etc.
  • Custos variáveis: variam conforme o volume de serviços prestados, como os impostos sobre o faturamento de cada serviço.
  • Custos diretos: estão diretamente ligados ao serviço prestado, como a quantidade de horas dedicada àquele serviço e as peças e materiais utilizados.

Somente conhecendo os custos, já é possível definir quanto custa sua hora trabalhada e qual o preço de cada serviço. Mas para que esse cálculo seja ainda mais preciso, você deve levar em consideração outros fatores.

Calcule o tempo necessário para realizar o serviço

Hoje, a tendência nas oficinas mecânicas é cobrar por hora trabalhada. O tempo necessário para realizar um serviço varia muito de acordo com o modelo do carro, o serviço a ser realizado, a experiência do mecânico, ferramentas a utilizar, dentre outros fatores, e por isso, cobra-se por hora. Na hora de realizar o orçamento, é preciso saber a quantidade de horas necessárias e multiplicá-la pelo valor de tabela definida para aquele veículo.

Saiba qual o custo da hora de trabalho

Por falar em custo da hora trabalhada, esse é um importante fator que também influencia na precificação de serviços de sua oficina. Para calcular esse valor, é preciso dividir o salário mensal do mecânico pela quantidade de horas que ele trabalha por mês. Se o mecânico ganha dois mil reais por mês e trabalha de segunda a sexta, oito horas por dia, seu custo de hora de trabalho é de R$ 11,36 + encargos e benefícios.

Mas é preciso levar em conta, também, o tipo de serviço. Enquanto serviços de borracharia, como a troca de pneus, tem um custo por hora mais baixo, serviços mais complexos, como o sistema de injeção eletrônica, por exemplo, tem um valor maior por conta do investimento em aparelhos como scanner usado para o diagnóstico.

Conheça seu público-alvo

Oficinas mecânicas atendem diversos tipos de público, o que torna difícil identificar um tipo específico de público-alvo. No entanto, você deve saber que precisa cobrar um valor diferente para veículo. Se por exemplo você cobra R$80,00 a hora de manutenção de um carro popular, o carro de luxo precisa ser um valor maior por conta da dificuldade técnica, tecnologia empregada, capacitação da equipe para reparar aquele veículo, ferramentas necessárias, etc.

Fique de olho no mercado

Saber qual é o valor médio praticado no mercado para cada tipo de serviço é um bom parâmetro na hora de realizar a precificação dos serviços de sua oficina. E se você deseja obter uma margem de lucro maior que a de seus concorrentes, deve ter em mente que será preciso oferecer diferenciais para que os clientes estejam dispostos a pagar mais. Entregar o veículo no prazo combinado e limpo, serviço de leva e traz, checklist de entrega mostrando todas as peças retiradas e serviços executados, são bons exemplos que tornam sua oficina mais competitiva e agregam mais valor aos seus serviços.

Como o Tempario pode te ajudar?

Contar com um software de orçamentação para oficina pode fazer toda a diferença para o sucesso de seu negócio. Essa ferramenta é fundamental para te informar o tempo necessário para a realização de um serviço, qual o valor homem hora de seus funcionários, dentre tantas outras vantagens.

Com o Tempario, nosso software de gestão, você fica sabendo exatamente qual o custo de sua hora trabalhada de forma prática e ágil, através de um banco de dados com informações privilegiadas do mercado reparador, e pode definir com mais assertividade a precificação de serviços.

Além disso, ele te ajuda a aumentar seu ticket médio, a partir do cálculo do custo homem/hora de sua oficina, permitindo criar diversas tabelas de preços para diferentes perfis de clientes.

O Tempario multiplica o tempo do serviço com o valor do seu homem hora praticado na tabela e te mostra o preço exato de cada serviço. Dessa maneira, você garante sua margem de lucro e sabe exatamente quais são suas despesas e receitas.

Quer saber mais? Acesse nosso site e conheça melhor a ferramenta!

Luciano Starling mar 20, 2019 Uncategorized 0 Comment Read More
0
Connecting
Please wait...
Envie sua mensagem!

Não estamos por aqui agora. :( Deixe uma mensagem e nós retornaremos o mais breve possível!

* Seu nome
* Email
* Vamos falar sobre?
* Telefone
Login Chat

Dúvidas? Nós estamos aqui. Envie-nos uma mensagem!

* Seu nome
* Email
Estamos online!
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?
×